No Brasil, a organização Projeto Hospitais Saudáveis (PHS), formada em 2010, vem buscando contribuir para a promoção da saúde pública e o desenvolvimento sustentável do setor de cuidado à saúde, para que este se transforme em exemplo para a sociedade no que diz respeito à proteção do meio ambiente, da saúde do trabalhador, do paciente e da população em geral, sem prejuízo da qualidade da assistência. O evento faz parte de um esforço entre as instituições parceiras para sensibilizar e preparar o setor saúde para responder ao desafio global do banimento do mercúrio.

O mercúrio é um metal pesado, tóxico, persistente no meio ambiente, capaz de se disseminar globalmente por diversas vias de contaminação. A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a organização não governamental Saúde Sem Dano (SSD) estão desenvolvendo uma Iniciativa Global cujo objetivo é atingir a eliminação dos dispositivos à base de mercúrio do setor saúde e a sua substituição por alternativas precisas, seguras e economicamente viáveis. No Brasil, a organização Projeto Hospitais Saudáveis (PHS), formada em 2010, vem buscando contribuir para a promoção da saúde pública e o desenvolvimento sustentável do setor de cuidado à saúde, para que este se transforme em exemplo para a sociedade no que diz respeito à proteção do meio ambiente, da saúde do trabalhador, do paciente e da população em geral, sem prejuízo da qualidade da assistência. O evento faz parte de um esforço entre as instituições parceiras para sensibilizar e preparar o setor saúde para responder ao desafio global do banimento do mercúrio.

Objetivos: Promover a assistência à saúde sem mercúrio no Brasil, contribuindo para aumentar a consciência dos profissionais do setor para os perigos relacionados à exposição ao mercúrio e ao metilmercúrio. Discutir os problemas operacionais da substituição do mercúrio, fornecendo informações sobre alternativas; capacitando os trabalhadores e gestores para a substituição. Mobilizar as organizações de saúde para que conduzam à substituição dos dispositivos e produtos que contém mercúrio por alternativas confiáveis e acessíveis. Divulgar e debater experiências bem sucedidas de substituição destes dispositivos em serviços de saúde. Formar e consolidar redes de colaboração e intercâmbio entre profissionais e instituições de saúde, fomentando o debate e a disseminação de conhecimentos sobre saúde ambiental e sustentabilidade no setor de assistência à saúde, à luz do conhecimento e do trabalho de organizações como SSD e PHS.

Público-alvo: Profissionais do setor de diagnóstico e assistência à saúde, da vigilância sanitária, laboratórios, gestores públicos, legisladores, organizações ambientalistas, pesquisadores, acadêmicos e demais profissionais com interesse no assunto.

Data e Horário: 11/04/2012, quarta-feira, de 8:00 às 17:00 horas

Local: Auditório do Centro de Estudos do Hospital Federal de Ipanema, Rua Antonio Parreiras, 67 – Ipanema – Rio de Janeiro – RJ

Promoção e Organização: Grupo de Benchmarking Hospitais Saudáveis no RJ,Saúde sem Dano & Projeto Hospitais Saudáveis

Mais: http://www.hospitaissaudaveis.org/noticias_ler.asp?na_codigo=7=7